Notícias curtas
Fazer um tour
Compartilhar
!

Facebook Premium: serviços pagos começam a ser implementados na rede social. Medidas são uma forma de tentar reconquistar investidores.

Após a queda de mais de 50% no valor das ações no mercado da maior rede social atual, o Facebook começou a implantar pequenas atualizações em sua rede, visando uma maior monetização dela.

No final de Setembro, o Facebook anunciou a implementação de um serviço de presentes, o Facebook Gifts, no qual você pode comprar presentes como bolos, cupcakes, bichinhos de pelúcia e cartões com mensagens para dar para seus amigos, especialmente no dia do aniversário deles  ou em datas comemorativas.

Por enquanto, o serviço estreia apenas nos Estados Unidos e Canadá, sendo implementado em breve a países da Europa, mas sem uma previsão de chegada ao Brasil.


Ontem, dia 03/10, o Facebook lançou mais uma ferramenta para gera receita ao site: Facebook Promoted Post.

A ferramenta antes era disponibilizada apenas para perfis comerciais e fanpages  do web site, porém agora começa a ser implementada a perfis comuns.

Link para divulgação do post aparece próximo ao compartilhar, do lado de comentários e do Curtir.


Presente desde maio de 2012 na Nova Zelândia, a ferramenta começou a ser testada nos Estados Unidos, e como previsão, chegará aos demais países em breve.

A intenção do Promote Post é justamente o que parece: promover a postagem para que ela possa ganhar maior destaque na stream da rede social, aparecendo na parte superior do feed, de uma forma mais fixa para que possa ser mais visualizada.

Quando alguém promove um post, consegue fazer com que ele apareça no topo dos feeds de notícias dos contatos ou assinantes, de modo com que mais pessoas notem a atualização.

Por apenas cerca de $7 dólares você promover sua postagem no Facebook.


A diretora operacional do Facebook, Sheryl Sandberg, afirmou que a companhia está estudando "serviços premium para empresas" como um meio de aumentar seu fluxo de receita.  "À medida que aumentamos nosso investimento na geração de receita, nós estamos olhando para serviços premium para empresas", afirmou Sandberg. 

Graças ao tamanho e poder de influência do Facebook, o potencial na companhia para quase qualquer coisa é "realmente grande", ressaltou. Em termos de varejo e e-commerce, Sandberg afirmou que "uma porção de coisas" está sendo elaborada e que o lançamento do Facebook Gifts na semana passada foi o início de e-commerce na companhia.

Um ''Facebook Premium'' parece realmente estar começando a ser formado, e o que pode parecer como investimentos da rede para torna-la uma maior fonte de renda, e geradora de receita para uns, pode parecer desespero pela queda no valor das suas ações na bolsa para outros.

Isso pode tanto atrair, como afastar investidores.
O apelo pelo e-commerce da rede, poderá desagradar muitos usuários, que logo serão ''obrigados'' a pagar por algo legal na rede. Isso gerará algumas revoltas, e desgosto pela rede , que poderá fazê-la perder alguns dos seus usuários, chegou hoje aos 1 bilhão de contas ativas.


Rodriggo Dell · Iago Bruno Rede Social Beta © 2014 · Termos · Privacidade · Equipe · Contato · Sobre · Participar