Mark Zuckerberg revela que privacidade foi o motivo do racha com o Google


Durante o evento de lançamento do motor de buscas do Facebook, o Graph Search, Mark Zuckerberg quebrou o protocolo e revelou o real motivo do racha entre Google e Facebook: a privacidade dos usuários. A falta de acordo entre as duas companhias fez com que a rede social fechasse negócio com a Microsoft para o uso de sua ferramenta de buscas, o Bing, em 2010. As informações são do The Guardian.
Zuckerberg afirmou que o Google não estava muito disposto a mudar algumas linhas do seu algoritmo de busca que permitissem que uma foto ou postagem removida pelo usuário do Facebook também fosse excluída do sistema de buscas, garantindo aos usuários mais privacidade e controle sobre o que publicam e o que removem de seus perfis.
“Estou tentando pensar se é sensato falar sobre isso”, afirmou o executivo quando lhe perguntaram sobre o caso Facebook-Google. “Creio que o principal seja que, quando um pessoa compartilha alguma coisa no Facebook, queremos dar a ela não só a capacidade de transmitir alguma coisa mas a de mudar suas definições de privacidade mais tarde e remover este conteúdo. Isso requer uma atualização incrivelmente rápida… Precisamos que o conteúdo desapareça imediatamente…É preciso infraestrutura que garanta essa capacidade, o que requer muita dedicação da parte do parceiro”.
Mark Zuckerberg durante evento de lançamento da Graph Search

Mark Zuckerberg afirmou que a Microsoft estava mais disposta a atender às solicitações do Facebook e que o sistema de buscas do Google funciona perfeitamente para eles e para os seus serviços. “O Google tem um sistema que funciona realmente bem para eles, sobre a forma pela qual tratam as informações em toda companhia, e acredito que o nosso sistema seja diferente nas maneiras pelas quais as pessoas compartilham informações e por querer lhes oferecer flexibilidade retroativa… esse foi o maior obstáculo”, explicou ele.
Especialistas afirmam que a situação revelada pelo fundador da rede social não está diretamente ligada ao lançamento da Graph Search, e sim de antigas disputas entre Facebook e Google quanto à propriedade intelectual de dados pessoais publicados em sites sociais e quando do lançamento do Google+. A gigante da Web, por sua vez, se recusa a comentar a informação e detalhes sobre o fim da parceria entre as duas companhias.

Fonte: CanalTechBr

0 comentários:

Postar um comentário